Notícias importantes

#PortaldeNotícias #EdBpSérgioOliveira #NãouseomedocomoforçadeaçãoPROPAGANDA – O MELHOR REMÉDIO CONTRA A CRISE

Deputado afirmou ter relatado a Jair Bolsonaro suspeitas de irregularidade no contrato de compra da vacina indiana Covaxin
BRASIL | por Agência Estado – Política – 01/07/2021 – 10H47 (ATUALIZADO EM 01/07/2021 – 10H53
Sáb, | atualiza 3 de jul,  2021 | 12h28 – Nazaré Paulista-SP – Portal de Notícias – Por Editor: Bp Sérgio Oliveira
A justiça pode irritar porque é precária-RB. A verdade não se impacienta porque é eterna-RB – Olhe com atenção para os rostos na CPI “eleitora”.

Bem-vindo (a), ao Portal de Notícias do Atitude News – O chapa quente –

DIVULGAÇÃO

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota), filho do presidente Jair Bolsonaro, afirmou que o pai opta por não “dar visibilidade ao assunto” ao evitar comentar sobre o encontro que teve em março com o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF), que afirma ter relatado ao presidente as suspeitas de irregularidade na compra da vacina indiana Covaxin.

“O presidente não quer dar visibilidade para o assunto, ele está muito tranquilo e seguro, quem pode falar sobre o encontro é ele”, disse Flávio ao ser confrontado com a lembrança de que Bolsonaro não desmentiu Luis Miranda até o momento.

LEIA TAMBÉM

Reafirmando que quem tem as respostas sobre a reunião de 20 de março é Bolsonaro, Flávio disse ainda que, pelo que sabe, o presidente não teria citado o nome do líder do governo, Ricardo Barros (Progressistas-PR), ao ouvir as denúncias de Miranda.

Luis Miranda diz que Bolsonaro citou Ricardo Barros ao suspeitar de irreg

“Não posso afirmar (se ele falou ou não o nome de Barros). O que eu saiba o presidente não teria falado isso (sic). Agora, ele que tem de responder, não sou eu”, disse Flávio Bolsonaro em entrevista a jornalistas.

Sobre o depoimento à CPI da Covid de Luiz Paulo Dominguetti, que acusou o governo de oferecer propina em negociação de vacina, o senador afirmou que a expectativa é que, se houver problemas, ele entregue o nome e o “CPF” dos envolvidos.

“Expectativa é que se tiver tido problema que ele fala quem são as pessoas, CPF, número, explique detalhes de como foi a negociação”, disse Flávio, segundo quem, no entanto, a história seria “fantasiosa”.

1 – O CAMINHO DA INFORMAÇÃO: O sistema não entende e nem entenderá eles perseguem, difamam, improvisam armadilhas;  fazem crescer, à lubricidade na noturnidade, aumenta o  investimento em prol do armistício lamaçal, e à “ação de se tornarem poderosos, e passar e possuir poder de autoridade, no domínio com EXEMPLO. Exemplo em processo de empoderamento sobre classes desfavorecidascom encaminhamento ao socialismo mesmo que, vil Insidioso, financiador do terror;
2 – Arma insídias; prepara ciladas; enganador, traiçoeiro, pérfido, (figuradamente) parece benigno, mas pode ser ou tornar-se grave e perigoso (diz-se de mal, enfermidade etc.). “a febre tifoide é uma doença.”
3 – ”O dicionário vai além, oferecendo   uma extensão deste conceito caracterizando-o como gíria: “Passar a ter domínio sobre a sua própria vida; ser capaz de   tomar decisões em nome do insuportável … 
4 – Quanto à Democracia: fortifica convicções, com Deus acima de tudo, e o povo ao seu lado Patriota! vença as diferenças! Não Há Justiça Sem Deus! (grifo nosso)!

NÃO HÁ JUSTIÇA SEM DEUS

Deixe um comentário