Trump anuncia que irá questionar contagem de votos de 5 estados

RESUMO DAS NOTÍCIAS – Apuração da eleição nos EUA

Resumo R7 [email protected] por  gmail.mcsv.net 04:31 (há 5 horas)

Ter.-feira. atualiza 5 nov 2020 | 10h42
Nazaré Paulista-SP |Por Editor: Bp Sérgio Oliveira

INTERNACIONAL

Do R7

 04/11/2020 – 19h36 (Atualizado em 04/11/2020 – 19h40)

Trump afirma que “grande número cédulas foram rejeitadas secretamente”
Rachel Wisniewski / Reuters – 3.11.2020

________________________________________________________________________________________________________

“Portal de Notícias do Atitude News –, cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Todo o processo de coleta de dados cujo resultado culmina nas informações a seguir é realizado automaticamente, através de fontes públicas pela Lei de Acesso à Informação (Lei Nº 12.527/2011). Portanto, Portal de Notícias do Atitude News –, não substitui as fontes originárias da informação, não garante a veracidade dos dados nem que eles estejam atualizados. O sistema pode mesclar homônimos (pessoas do mesmo nome). Confira nosso  Descrição Legal.” [O jornalismo profissional precisa do seu suporte].  LEI Nº 12.527, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. … 216 da Constituição Federal; altera a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei nº 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências. [O jornalismo profissional precisa do seu suporte].

____________________________________________________________________________________________________

Bem-vindo (a), ao Portal de Notícias do Atitude News.

O presidente Donald Trump anunciou que deverá contestar a contagem de votos de pelo menos cinco estados: Wisconsin, Michigan, Pensilvânia, Geórgia e Carolina do Norte. Mais cedo, seu comitê de campanha já havia anunciado que entraria com ação contra contagem de Wisconsin e Michigan.

Mais cedo, o comitê da campanha de Trump solicitou uma recontagem de votos no Estado de Wisconsin. “Tem havido relatos de irregularidades em vários condados de Wisconsin, que levantam sérias dúvidas sobre a validade dos resultados”, disse o gerente de campanha, Bill Stepien, em um comunicado, sem fornecer detalhes de quaisquer relatos.

– Acompanhe a cobertura completa das Eleições EUA 2020 –

Com 99% dos votos esperados apurados até o momento no estado, Biden tem 49,4% e Trump soma 48,8%, segundo a Edison Research. Como a diferença entre Biden e Trump é menor que 1 ponto percentual, Trump pode pedir uma recontagem de votos.

Em seguida, em um comunicado, a campanha do presidente pediu para interromper a contagem de votos no estado de Michigan. O comunicado alega que eles não tiveram acesso à contagem de forma significativa. 

“Também exigimos uma revisão dos votos que foram abertos e computados enquanto não possuíamos acesso significativo”, disse a campanha em um comunicado.

Em sua conta oficial no Twitter, Trump afirmou que além destes dois estados, sua campanha também irá ingressar com uma ação contra a contagem de votos na Pensilvânia, Geórgia e Carolina do Norte.

“Reclamamos, para fins de votação eleitoral, a Comunidade da Pensilvânia (que não permite observadores legais), o Estado da Geórgia e o Estado da Carolina do Norte, cada um dos quais com uma liderança de BIG Trump”, diz trecho da publicação.

Já a segunda parte, a que ele se refere a um suposto problema nas cédulas de votação de Michigan foi ocultado e sinalizado pelo Twitter como informação falsa. “Houve um grande número de cédulas rejeitadas secretamente, como foi amplamente relatado!”, diz o presidente.

We have claimed, for Electoral Vote purposes, the Commonwealth of Pennsylvania (which won’t allow legal observers) the State of Georgia, and the State of North Carolina, each one of which has a BIG Trump lead. Additionally, we hereby claim the State of Michigan if, in fact,…..

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) November 4, 2020

NÃO HÁ JUSTIÇA SEM DEUS

Please follow and like us:
Eu, Sérgio José de Oliveira, Bispo Evangélico, Bel. em Teologia, Jornalista, Ex-Acadêmico de Direito, Baiano da Cidade de Pedro Alexandre - Brasil, maior de 71 anos de idade, nasc. em 04/12/1948

Deixe uma resposta