Falta de merenda escolar afeta 52% dos estudantes no Nordeste

MÁRCIA ANDRÉIA PEREIRA

 Por Márcia Andréia Pereira em 18/11/2020 – 18:17 |

Jornalista no Grupo Roriz, estudou Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduanda em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Dom Alberto.
Atuou na produção da Record Bahia, na assessoria de comunicação da Prefeitura de Correntina – BA, na redação do Jornal do Sudoeste, dentre outras atividades na área de propaganda.

Bem-vindo (a), ao Portal de Notícias do Atitude News.

  • Terça | atualiza 24 Nov  de 2020 | 10h35
  • Nazaré Paulista – SP – Por Editor: Bp Sérgio Oliveira

DIVULGAÇÃO

Dados apontam que 52% dos estudantes da região Nordeste sofrem com falta de merenda escolar durante a pandemia.

Dados de uma pesquisa encomendada pelos institutos Fundação Lemann, Itaú Social e Imaginable Futures, apontam que cerca de 52% dos estudantes da Região Nordeste sofrem com falta de merenda escolar durante a pandemia.

Essa realidade, enfrentada pelas famílias em 2020, faz com que o orçamento fique ainda mais pesado e até afete no rendimento dos alunos. O resultado obtido no Brasil inteiro em relação à falta de merenda fica na casa dos 42%.

Além das dificuldades relativas à educação, com a paralisação das aulas presenciais, muitas famílias passam por dificuldades financeiras por conta do aumento do desemprego, assim como pela queda na renda mensal. Para auxiliá-los, os governos criaram auxílios como o vale-alimentação ou proporcionaram a entrega de marmitas. As ações, no entanto, são específicas por região.

Falta merenda escolar a mais da metade dos estudantes nordestinos

A pandemia do novo coronavírus afetou a vida de famílias inteiras. Pais e filhos precisaram se desdobrar para conseguir, respectivamente, trabalhar e estudar mesmo com as escolas fechadas.

No Nordeste essa situação ficou ainda pior. Sem aulas, os alunos das redes públicas municipal e estadual ficaram sem a merenda, que, para muitas crianças e adolescentes, representa a principal (e às vezes única) refeição do dia. Dessa forma, com os estabelecimentos de ensino fechados, não puderam mais contar com as refeições.

LEIA TAMBÉM

Nove marcas de azeite têm venda proibida pelo Ministério da Agricultura

Mega-Sena sorteia hoje (18) prêmio de quase R$ 50 milhões

Pais passaram a participar mais da educação dos filhos

Em razão da pandemia de COVID-19, o que antes era papel quase que exclusivo das escolas e dos professores, passou a ser também das famílias.

Na região Nordeste do Brasil, em razão das aulas remotas, 47% dos pais e responsáveis estão participando mais da educação dos estudantes. Além disso, 76% deles consideram que sua responsabilidade agora é maior do que antes da pandemia.

Confira, na ordem, o que os pais e responsáveis consideram mais importante na educação remota:

  • Receber orientações da escola sobre como apoiar os estudantes para fazerem as atividades;
  • Receber sugestões para motivar os estudantes a participarem das atividades;
  • Receber informações regulares sobre como está evoluindo o aprendizado;
  • Para 80%, receber orientações da escola para ajudar no uso dos recursos tecnológicos;
  • Ter um grupo de pais ou responsáveis para trocar ideias e experiências.

Os dados compõem a mesma pesquisa que informamos inicialmente, divulgada recentemente pelo Datafolha, encomendada pelos institutos Fundação Lemann, Itaú Social e Imaginable Futures.

Segundo a gerente de Pesquisa e Desenvolvimento do Itaú Social, Patrícia Mota Guedes, os dados representam um bom parâmetro para estabelecer estratégias para otimizar e explorar o potencial das famílias na formação dos estudantes.

“Famílias estão acompanhando mais de perto o ensino para seus filhos, e valorizando ainda mais o papel central do professor. São transformações que vêm para dar mais força a iniciativas de valorização da profissão docente, assim como da parceria família-escola”, compreende a pesquisadora. Ainda de acordo com o estudo, com as aulas remotas, 71% dos pais passaram a valorizar mais o trabalho dos professores em sala de aula.

“Portal de Notícias do Atitude News –, cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Todo o processo de coleta de dados cujo resultado culmina nas informações a seguir é realizado automaticamente, através de fontes públicas pela Lei de Acesso à Informação (Lei Nº 12.527/2011). Portanto, Portal de Notícias do Atitude News –, não substitui as fontes originárias da informação, não garante a veracidade dos dados nem que eles estejam atualizados. O sistema pode mesclar homônimos (pessoas do mesmo nome). Confira nosso  Descrição Legal.” [O jornalismo profissional precisa do seu suporte].  LEI Nº 12.527, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. … 216 da Constituição Federal; altera a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei nº 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências. [O jornalismo profissional precisa do seu suporte].
NÃO HÁ JUSTIÇA SEM DEUS
Precisando de ajuda? ☎ Ligue para: (11) 4260-0540 |
 WhatsApp: (11) 97228-2486 | 97066-8705 |
Fale com Bp Sérgio J. Oliveira – Editor Jornalista agora mesmo: !
E-mails.: [email protected] | [email protected] |
 [email protected] | [email protected]

Compartilhar matéria:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google

Deixe uma resposta

Compartilhar:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Divulgue sua Empresa aqui
Mostre sua empresa para mais de 5 mil pessoas
Clique aqui
Divulgue sua Empresa aqui
Mostre sua empresa para mais de 5 mil pessoas
Clique aqui
Anterior
Próximo

Últimas do blog:

Assine nossa newsletter

Receba nossos conteúdos em seu email
bbbpppbpbpb

Editor Principal

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Divulgue sua Empresa aqui
Mostre sua empresa para mais de 5 mil pessoas
Clique aqui
Divulgue sua Empresa aqui
Mostre sua empresa para mais de 5 mil pessoas
Clique aqui
Anterior
Próximo