Notícias importantes

0 0

Caso mensalão Tucano, misto: haverá prescrição?

Alguns sinônimos de honestidade são: honradez, decoro, probidade, compostura, decência, pudor e dignidade

#PortaldeNotícias #EdBpSérgioOliveira #Nãouseomedocomoforçadeação

#PropagandaMelhorRemédioContraCrise

De Combate à Corrupção e aos Corruptos!

NO CALOR DA AUTENTICIDADE:

  • Portal de Notícias do Atitude News –,
  • Postado por Jornalista, Editor Bp. Sérgio Oliveira
  • A Corrupção é a mola propulsora do “GENOCÍDIO” só não ver quem participa.
  • sábado 8 fev 2020 – às 13h12.
  • Arquivo Portal Atitude…

Bem-vindo (a) ao Portal de Notícias do Atitude NewsO Chapa quente

DIVULGAÇÃO

* Portal de Notícias do Atitude News –, cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Todo o processo de coleta de dados cujo resultado culmina nas informações a seguir é realizado automaticamente, através de fontes públicas pela Lei de Acesso à Informação […]. Portanto, Portal de Notícias do Atitude News –, não substitui as fontes originárias da informação, não garante a veracidade dos dados nem que eles estejam atualizados. O sistema pode mesclar homônimos (pessoas do mesmo nome). Confira nosso  Descrição Legal.” . LEI Nº 12.527, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. … 216 da Constituição Federal; altera a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei nº 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências. [O jornalismo profissional precisa do seu suporte].

OS CANALHAS NÃO TEM SOCIEDADE MESMO

NÃO HÁ JUSTIÇA SEM DEUS

  • O QUE SIGNIFICA DESRESPEITAR:
  • I – O conceito de dignidade é algo absoluto, não se admitindo qualquer conjectura na tentativa de relativização desse conceito, seja para diminuí-lo, menosprezá-lo, desvalorizá-lo, ou ainda, desrespeitá-lo, sobre qualquer pretexto, mesmo que seja com o fim humorístico. …
  • . II – A dignidade da pessoa humana. As regras de relacionamento existentes são tão importantes para o relacionamento com os outros, como para o que temos com nós mesmos. Confiar, ouvir, comunicar e acima de tudo respeitar a nós mesmos é importante para vivermos na nossa verdade.
  • III – Você não pode ser a melhor versão de si mesmo, sem se dar o mesmo respeito que exige dos outros. O problema é que muitas vezes não vemos a forma como nos tratamos, se é respeitosa ou desrespeitosamente. Estes sinais (IMAGENS) certamente vão ajudar:
  • Você pode estar desrespeitando a si mesmo se…Arquivo Atitude;

Nota Inteligente:

Franco da Rocha – O MUNICÍPIO “SEM LEIS” – TEORICAMENTE AS LEIS EXISTEM , porém NÃO SE APLICAM, “CÚMPLICES Segundo, QUEM TEM DINHEIRO NÃO SERÁ PRESO ‘TEM BONS ADVOGAS” ” SOMENTE APLICÁVEIS QUANDO‘ ELES – (PSDB) e PT’ DECIDEM QUEM PODE SER RECEPCIONADO (S), ISONOMIA FICA ALÉM/DAQUÉM. AUTORIDADES QUE DESOBEDECEM E DESRESPEITAM, LEIS DESCONHECEM, EXISTÊNCIA DE PUNIÇÃO! “ESTES” SE MANTEM ACIMA DO QUE A CONSTITUIÇÃO, LEIS OU NORMA / REGRA DO DIREITO, FICAM DESOBRIGADOS A QUALQUER CONSEQUÊNCIA.  

… Dominus Marcio Cecchettini prefeito “por dois mandatos” em Franco da Rocha entre 2005 e 2012.

Noticiando:

Caso mensalão Tucano, misto: haverá prescrição? Primeira aparição no Brasil de mensalão de o foi em Minas Gerais, Governador Azeredo PSDB. Não demorou a parceria se mostrava consistente… PT descoberto por Deputado Federal PTB Jefferson, por desacordo no dividir dos recolhes.

Em 2007 foi a vez da Cidade de Franco da Rocha na Grande São Paulo; o inesperado escândalo do mensalão do PT, repercutia e, teria desencadeado a grande avalanche de sujeiras, surpresa para Franco-rochenses, todas as manchetes possíveis e impraticáveis a imprensa, dava destaque, da cor do lamaçal. Foi assim o começar escândalos do MENSALÃO TUCANO – PSDB, do governo de Geraldo Alckimin e do prefeito Marcio Cecchettini, vice-Pinduca, porém contando com o comando das trilogias de governo, sob gerenciamento do “inusitado, até então” reforço de Marcelo Tenaglia da Silva vulgo Marcelo Nega, ex amasio de Giuliana Cecchettini – advogada coordenadora de gabinete do “poderoso chefão seu irmão Prefeito Marcio Cecchettini; a Empresaria principal de um “conceituado escritório da área do direito para todas as especialidades” supõe-se a caráter & Cia. Os meios de informações trazidas pelos meios de comunicação Continham o esquema de compra de votos de parlamentares. Segundo o Ministério Público de São Paulo-SP, uma quadrilha dos “compra=se e vende-se de votos” atuavam dando “mesadas” a uma troca de palavras a favor dos “projetos de interesse do poder “das duas casas, o executivo toma lá, e o legislativo dá cá”. O crescimento das suas riquezas, sem ‘causa’ adquiriam, uma dimensão espantosa.

Isso denota, desencadeamento de grande proporção mantendo de Ordem decrescente e  crescente ao mesmo tempo em que a crise político da agremiação partidária, a “despeito do PSDB” crescia assustadoramente, estava em cima do muro ainda, o PT já espalhava terror geral em notícias, e tentando até incendiar moradia de noite, de jornalista enquanto dormiam com a família em Franco da Rocha. Por consequência de duas matérias esquentadas, pelo também periódico Jornal Atitude News de duas das Edições do periódico de circulação considerada Tribuna. História para outro matéria nestes termos, por ser outro tema.

Agora voltando ao senhor Marcio Cecchettini, prefeito, vice-prefeito José Antonio Piriz Junior vulgo Pinduca, Diretores do governo, Marcelo Tenaglia da Silva vulgo Marcelo Nega , Diretores e partidos de partidos e ainda os partidos que desempenham o apoio, a Parlamentares do auto escalão do PSDB

A sociedade hodiernamente como se caracterizada por processos cibernéticas de produção e divulgação de informações, numa quantidade e número de processos cada vez maiores e mais rápidos, “na Cidade de Franco da Rocha, não com políticas”, eu e você teve e teve certeza de que entediada “Corretora de Documentos” (até enterrados, foram veja não falei sepultados) “constituindo um mundo implícito de explicar para as fórmulas simples, fundamentadas num pretenso conhecimento científico, e uma solução para um determinado problema complexo”. (Guerra Filho, 2012, p. 59) É um cenário que não é um estudo que propõe um empreendedor, a partir da teoria dos sistemas Autopoiese autopoieses (“auto” próprio “,” criação “) é um termo criado na década de 1970 por biólogos e filósofos humanos Francisco Varela e Humberto Maturana para designar a capacidade de viver os seres vivos de produzirem a si próprios)). de Niklas Luhmann, do julgamento criminal, tendo como alvo o que é capaz de fazer, “partidário do julgamento midiático” (Thompson, 2002, p. 33) do “mensalão” (Ação penal nº 470-MG) , julgado pelo Supremo Tribunal Federal – STF , Cujo mérito monopolizou a pauta do Plenário daquela Corte Durante o Segundo semestre de 2012 .

(Em Franco da Rocha o Mensalão foi e continua sendo um demérito para todos os políticos Jovens idade media, homens e mulheres – todos se tornam velhos pusilânimes. Distante do pan-óptico).

 Alguém deve estar se perguntando: mas, como tudo isso começou:

São Paulo, Franco da Rocha – Márcio Cecchettini e supracitados – Vistos. Trata-se de ação civil pública por ato de improbidade administrativa com pedido liminar de indisponibilidade de bens proposta pelo MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO, dito contra MÁRCIO CECCHETTINI, MARCELO TENAGLIA DA SILVA – vulgo Marcelo Nega, MÁRCIO ANZELOTTI, SANDRO FLEURY BERNARDO SAVAZONI, ALESSANDRO MACHADO MATHIAS, CECAM CONSULTORIA ECONÔMICA, FRED ANDERSON SCANDIUZZI. Em síntese, alega que durante os dois mandatos de MÁRCIO CECCHETTINI como Prefeito (2005-2008, 2009-2012), foram implementados abrangentes esquemas de desvios de verbas públicas no governo (administração) Municipal, segundo o apurado, CECCHETTINI, por meio de seus Secretários, recebia de praticamente todos os fornecedores do Município parcela dos valores auferidos com a execução de contratos licitados de forma fraudulenta, na divisão de tarefas da organização criminosa, MARCELO TENÁGLIA DA SILVA – vulgo Marcelo Nega, “ex- amasio da Dra Giuliana Cecchettini” então Secretário de Governo, recebia a propina das empresas envolvidas e, após a contabilização).

O objetivo fundamental é compreender esse fenômeno do escândalo político, GARANTIDO AO CLUBE DO CRIME ORGANIZADO POLÍTICO, FRANCO DA ROCHA E CALDEIRÃO (são 5 cidades, ou seja, municipios envolto) No contexto do subsistema Jurídico-Penal, e refletir sobre as implicações de forma mais ampla da característica que assume o discurso punitivo nesse tipo de julgamento. A empreitada está cercada de muito mais dificuldades do que geralmente se pensa, e os obstáculos encontrados são numerosos. A desordem pode ser percebida como um fato social que injuria de forma aguda os créditos, convenções sociais, morais ou religiosas estabelecidos numa dada sociedade, cuja forma pode ser classificada em três tipos básicos: sexuais, financeiros e “de poder” (Thompson, 2011, p. 16). Claro que há diversos níveis de escândalo, que podem se circunscrever a uma família, um dado bairro, município ou mesmo se estender por todo o globo, bem assim perdurar por longos meses ou até vários anos e décadas. A presença desse fenômeno social ou desavergonhado em todas as épocas e países talvez tenha como uma das causas fundamentais o fascínio que exerce a vida íntima de celebridades ou de pessoas acentuadas, quando envolvidas em desordens.

Muito equívocos o PT se auxiliando ao PSDB e montante de outros partidos… que não resolveram nada, piorou os cofres público

Exemplas: A história registra um enorme manancial de julgamentos de escândalos, desde a Grécia Antiga – com as acusações infundadas de Aspásia e Frinéia, bem como na imposição da pena de morte sem justa causa, no caso do julgamento de Sócrates (Marinho, 1979, p. 65) – passando pelos casos envolvendo Abelardo e Heloísa, Federalismo (1899-1910); a Doutrina Brasileira do Habeas Corpus (1910-1926), na classificação de Lêda Boechat Rodrigues (Rodrigues, L., 1991, p. 12-13), período no qual o STF teve inequívoco (nunca mais parou) papel na construção da cidadania. Os períodos que se abraçaram, assinalados pela violência institucional da “Revolução de 30”, do Estado Novo, do conjeturado golpe militar de 1964, contiveram inequívoca alcance na composição do STF, como corporatura de controlar e manter o arbítrio e o autoritarismo. (Costa, 2006, p. 11-12) É claro que escândalos midiáticos pressupõem uma imprensa livre. Nos períodos ditatoriais os escândalos são controlados pelas agências de repressão estatais. Por isso podem dar a falsa impressão que não existiram. O problema de pesquisa, aparentemente singelo, insere-se na perspectiva da sociedade hipercomplexa contemporânea, a qual possui várias características. Uma delas é dada pelo crescimento exponencial das mídias e também das linguagens, verdadeira explosão das comunicações planetárias e da emergência indiscutível da cibercultura (Santaella, 2003, p. 12). Mas é também uma sociedade da transparência, (Han, 2014) uma sociedade da exposição. Nenhum tema ganha mais relevância do que a transparência. As ações públicas só são tidas como legítimas, caso se submetam às exigências não apenas da publicidade, mas da transparência dos seus processos internos. A política, a economia, a justiça, todas as esferas de governo devem necessariamente adotar a transparência sob pena de caírem, em princípio, seus agentes na classe dos suspeitos. A desconfiança se generaliza, de modo que se exige mais controle, e controle sobre controle a tal ponto que todos se vigiam. E este processo também se reflete na vida privada, pois essa sociedade também se caracteriza por ser composta de várias espécies de espectadores, de maneira que promove a produção de olhares, se o sujeito não é visto, de alguma forma, mas, sobretudo na grande rede, 2 ele é invisível, não porque tem um anel de Gyges, (Platão, 2001, p. 46-47) mas porque simplesmente não existe. Ser é ser percebido na televisão, pelos jornalistas, 3 com todas as implicações decorrentes disso. (Bourdieu, 2008, p. 11)

Assim, a vontade de ver uma vontade de ver, de ver e dar-se ao ver, bem como o olhar do olhares, o olhar de um homem que mostra as realidades apresentadas, numa estética voyerista, desencadeada pela vastidão das visuais . O que os caracteres investigados podem ser, como uma oportunidade de se tornar invisível ou uma menor propagação, como as oportunidades de serem influenciadas pela extensão e proporcionalidade.

  •  Direto da Redação: Portal de Notícias do Atitude News
  • Por  Sérgio Oliveira – A seja, como um tiro no pé
  • SP – seg 25/2/2019 – às 12h37
  • Portal de Notícias do Atitude News:
  • Postado por Jornalista, Editor Bp. Sérgio Oliveira
  • A Corrupção é a mola propulsora do “GENOCÍDIO” só não ver quem participa.
  • sábado 8 fev 2020 – às 13h12.
  • Arquivo Portal Atitude…

About Post Author

Sergio Oliveira

Sérgio José de Oliveira, Bispo Evangélico, Bel. em Teologia, Jornalista, Ex-Acadêmico de Direito, Baiano da Cidade de Pedro Alexandre - Brasil, maior de 71 anos de idade, nasc. em 04/12/1948
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %