Aos 71 Denuncia | Fake News, no Ministério Público e Fórum de Franco da Rocha-SP–3

Aos 71 Denuncia | Fake News, no Ministério Público e Fórum de Franco da Rocha-SP–3

Segunda-feira. Atualiza 22/06 /2020 –  15h54

Nazaré Paulista-SP

Por Editor: Bp Sérgio Oliveira

Bem-vindo (a) ao Atitude News – Seu portal de notícias.

DIVULGAÇÃO

REF. INQUÉRITO CIVIL – I. C. NÚMERO 14.0268.00011828/13

AGORA VIRARAM DOIS, TRÊS PROCESSOS – Digital. Nº 1006377-65.2017.8.26.0198.

REPRESENTAÇÃO:

REPRESENTANTE – SÉRGIO JOSÉ DE OLIVEIRA

REPRESENTADO – MARCIO CECCHETTINI E OUTROS.

SÉRGIO JOSÉ DE OLIVEIRA, e outros sobejamente qualificado nos autos do procedimento de representação “matéria” em epígrafe, em atendimento ao que consta do r. despacho de Fls., vem respeitosamente à presença de Vossa Excelência, expor e requer o que adiante segue:

Exma Promotora Ciente do r. Envio de Fls, que determina que o representante indique para serem juntadas provas que atestem que o representado fez uso indevido dos numerários da Municipalidade em seu favor ou em favor de terceiro a seu pedido.

Douto Membro do Ministério Público, o Representante, não obstante ter sido contratado pela Municipalidade para laborar em prol dos Serviços Públicos, destarte, sendo jornalista, e gerenciando um periódico no cumprimento do dever de PUBLICAR MATÉRIAS DE CARÁTER OFICIAL; clareia no r. despacho de fls.

TEVE AINDA SUA FUNÇÃO DESVIADA PARA TRABALHAR EM PROL DA PROMOÇÃO PESSOAL, era obrigado a realizar publicações de caráter pessoais que tinham como única e exclusiva finalidade promover a pessoa física do Prefeito, ENALTECENDO SEUS FEITOS E DANDO VISIBILIDADE AO PREFEITO MARCIO CECCHETTINI A REELEIÇÃO E PINDUCA VICE PREFEITO.

CRIMES REVELADOS, CONHEÇAM OS PRINCIPAIS

Avalie-se que a licitude, a impessoalidade, a moralidade, a publicidade e a eficácia são principais predicados que não pode faltar ao caráter de todo agente público. Perlustrando os autos do I. C. Inquérito Civil nº 14.0268.00011828/13.

*Expertise, classificada “Equívoco”:

O Sr. MÁRCIO CECCHETTINI, brasileiro, divorciado, ex-prefeito da Cidade de Franco da Rocha, na Grande – São Paulo-SP. Com CPF e cédula de identidade, não aqui visível; o que é imprescindível em não relacionadas, pessoas do Poderoso The Godfather (O Chefão), é inconfundivel a ausencia, apelo menos de dois dos parças principais ladinos com Marcio Cecchettine. E, o vice-prefeito e depois candidato à substituição Cecchettini, José Antonio Pariz Junior (vulgo Pinduca), a outra, figura “inconfundível” é a do  preposto impar, ex-amasio da doutora Giuliana Cecchettine irmã do Marcio Cecchettini, prefeito; Marcelo Tenaglia da Silva (Vulgo Marcelo Nega), ex empresário de um desmanche de carros, , e vendas das peças, segundo, Contrato Social, ou seja, Rasão Social, também vendia peças novas. O atualmente empresário. mencionado em gravação como atual empresário de 6 (seis) ou mais POSTOS DE GASOLINA. Para melhor esclarecer abaixo tem mais três matérias enriquecimentos a história, além deste vídeo: clique acima no aqui >> PSDB – FRANCO DA ROCHA, DOS PODEROSOS, QUEM PODE MAIS CHORA MENOS, E QUEM NÃO PODE SÓ CHORA

RESUMO JURÍDICO PROCESSOS -18

PESSOA FÍSICA

Clique aqui>> Marcelo Tenaglia da Silva

Supõe-se há confiança na construção histórica e ardilosa das Estórias, de políticos tradicionais acobertastes. A Sensação de impunidades tem dado espaço ao mau costume, não apuração nefasta, dando espaço em processos anteriores e atuais, com desdenha, guardados nas gavetas dos tribunais.

O advogado é a garantia de legalidade na defesa do cidadão, sendo indispensável à administração da Justiça, mormente em Processos, onde hodiernamente esses direitos são postos de lado em nome de uma justiça sumária e distante do ideal Universal de Justiça.

Não se olvida que a liberdade é o estado natural de todo ser humano?

Autorizar prisões e sanções sem o devido processo legal viola e restringe as garantias fundamentais do Estado Democrático de Direito, onde se espera que o Estado-Juiz esteja adstrito a Constituição Federal.

Nesse particular, o advogado constituído, ganha inequívoca utilidade, seja na arguição de abuso de poder; ou no combate as injustiças infligidas em geral.

Vem, respeitosamente, relatar dos seguintes fatos, ensejar a atuação do abaixo, exposto.

“ESSE EQUÍVOCO CONTINUA: Ademais, ao utilizar funcionários da Prefeitura para atender aos seus interesses particulares, MÁRCIO CECCHETTINI enriqueceu ilicitamente, lesionando o erário público, que deixou de contar com os serviços de {SÉRGIO, NATÁLIA e MARIA APARECIDA Somos ameaçados de morte}, os quais deixaram de cumprir suas funções públicas para promover o então Prefeito e, ainda, ajudar na campanha visando à eleição de seu sucessor. Na verdade, [SÉRGIO, NATÁLIA e MARIA (Não conhecemos essa >APARECIDA > conhecemos Martins) estamos ameaçados de morte, as duas estão muito doentes] eram funcionários fantasmas, pois NUNCA prestaram o serviço público para o qual foram contratados. Ao contrário, a nomeação do grupo como assessores foi um artifício utilizado por MÁRCIO Este documento é cópia do original, assinado digitalmente por PRISCILA GOMES BARCELLOS BORGES e Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, protocolado em 13/12/2017 às 14:22 , sob o número 10063776520178260198. Para conferir o original, acesse o site: https://esaj.tjsp.jus.br/pastadigital/pg/abrirConferenciaDocumento.do, informe o processo 1006377-65.2017.8.26.0198 e código 241971B. fls. 10 MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO CECCHETTINI para desviar recursos públicos e custear serviços particulares (DOC. 07). Concorreram eles, pois, para a prática do ato de improbidade, além de dele se beneficiar diretamente. Com efeito, o esquema criminoso somente cessou após a realização de busca e apreensão pelo GAECO, no ano de 2009, no Gabinete de MÁRCIO CECCHETTINI e seus Secretários, ocasião em que foram localizados documentos de contabilidade com menções a “Bispos”, o que tornou impraticável continuar pagando SÉRGIO e seus familiares com os valores arrecadados a título de propina (Doc. 19)”.

*Fomos Tolhidos, e por isso doutos Membros do Ministério Público, quero aqui deixar o meu PEDIDO, REVEJAM, a Situação Supra sitada… Quero crer que o advogado deles não conhecia os respectivos clientes da Cidade de Franco da Rocha, apesar de Advogado Criminalista.

*Ainda há ENTERRADOS NAS DEPENDÊNCIAS EXTERNAS DO CEMITÉRIO DA SAUDADE, AO PÉ DE UMA ARVORE NÃO MUNTO FRONDOSA; na Avenida Liberdade, em Franco da Rocha, Matérias da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, BANCO DO BRASIL e outras | Por Gerson Eusébio.

NÃO HÁ JUSTIÇA SEM DEUS

Precisando de ajuda? ☎ Ligue para: (11) 4260-0181 |

 WhatsApp: (11) 97228-2486 | 97066-8705 |

Fale com Bp Sérgio J. Oliveira – Editor Jornalista agora mesmo: !

E-mails.: [email protected][email protected]

Share this post

Deixe uma resposta