A FUNÇÃO POLÍTICA DA MENTIRA

_______________________________________________________________________

“Portal de Notícias do Atitude News –, cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Todo o processo de coleta de dados cujo resultado culmina nas informações a seguir é realizado automaticamente, através de fontes públicas pela Lei de Acesso à Informação (Lei Nº 12.527/2011). Portanto, Portal de Notícias do Atitude News –, não substitui as fontes originárias da informação, não garante a veracidade dos dados nem que eles estejam atualizados. O sistema pode mesclar homônimos (pessoas do mesmo nome). Confira nosso  Descrição Legal.” [O jornalismo profissional precisa do seu suporte].  LEI Nº 12.527, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. … 216 da Constituição Federal; altera a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei nº 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991; e dá outras providências. [O jornalismo profissional precisa do seu suporte].

__________________________________________________________________________

Bem-vindo (a) ao Portal de Notícias do Atitude News

DIVULGAÇÃO

Os meios de comunicação social exercerão suas atividades em função informativa das responsabilidades sociais que lhes são próprias, garantindo informações ampla e isenta, prescrevendo o pluralismo democrático, a não-descriminação, a privacidade das pessoas e o interesse coletivo.

DOS DEVERES DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

São deveres dos meios de comunicação social: comprovar a veracidade da informação prestada, recorrendo, sempre que possível, a diversas fontes e garantindo a pluralidade de versões das partes que tiverem relevantes participação nos fatos noticiados;

não fazer referências discriminativas sobre raças, religião, sexo, preferencias sexuais, doenças mentais, convicções políticas e condições.

Não leia esse jornal: a verdade pode doer, pior é a mentira que mata:

A mentira usada politicamente tem uma trajetória tem uma trajetória tão longa quanto à história da polis no contexto de suas intrincadas relações. Tais interações implicam sempre a presença do elemento psicológico na arquitetura do Estado e, por tanto caracterizam a inseparabilidade, nessa organização social dos fenômenos subjetivos que integram sua composição. A mentira vista assim não é simplesmente uma carta, segundo o Psiquiatra e Psicanalista – Valton de Miranda Leitão, uma carta no jogo político usada bem ou mal pelo governante ao saberem das razões de Estado, mas uma função tanto do psiquismo humano quanto da política…

A teorização de Platão e Maquiavel até Weber já antecipa essa compreensão que a psicanálise pode fundamentar. O corte epistêmico maquiaveliano que retirou a ética do núcleo da nascente ciência política dá à mentira um estatuto especial no deu corpo teórico, na medida em que concede ao governante direito ao uso de meios excepcionais para alcançar os fins almejados.

_________________________________________________________________________

As leis são um freio para os crimes públicos –
a religião para os crimes secretos.
Rui Barbosa
1 – O CAMINHO DA INFORMAÇÃOO sistema não entende e nem entenderá eles perseguem, difamam, improvisam armadilhas;  fazem crescer, à lubricidade na noturnidade, aumenta o  investimento em prol do armistício lamaçal, e à “ação de se tornar poderoso, e passar a possuir poder de autoridade, e domínio a EXEMPLO. Exemplo em processo de empoderamento sobre classes desfavorecidascom socialismo Insidioso, financiador do terror;
2 – Arma insídias; prepara ciladas; enganador, traiçoeiro, pérfido, (figuradamente) parece benigno, mas pode ser ou tornar-se grave e perigoso (diz-se de mal, enfermidade etc.). “a febre tifoide é uma doença i.”
3 – ”O dicionário vai além, oferecendo   uma extensão deste conceito caracterizando-o como gíria: “Passar a ter domínio sobre a sua própria vida; ser capaz de   tomar decisões em nome do insuportável … 
4 – Quanto à Democracia: fortifica convicções, com Deus acima de tudo, e o povo ao seu lado Patriota! vença as diferenças! Não Há Justiça Sem Deus!  (grifo nosso!
Manual de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa.
Manual de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa.

___________________________________________________________________________

Esse modelo será a raiz futura de muitos equívocos e incompreensões que, na prática política, entrará em contradição com uma determinada postura ética ou, inversamente, fará uma aliança com valores tirânicos e ditatoriais. Essa é, na verdade, a essência da vida política, pois o ser humano que a configura e pratica oscila sempre entre bondade versus crueldade e verdade versus falsidade. Mas isso constitui a própria dialética do conceito de ética que, por definição, está excluída da práxis política maquiaveliana. A utilização, pelos condottiere o Condoreirismo, da coerção, do medo e mesmo da crueldade, reforço ainda mais a impressão de contradição, mas Maquiavel não dá ao Príncipe o direito `tirania. Isso significa que o pensador Fiorentino conhecia muito bem a natureza humana e, sendo assim, integrava a narrativa de O Príncipe todas as contradições do comportamento humano.

A passagem do passionalíssimo egoísta ao processo político ético integrado é um objetivo desejado, mas impossível de alcançar. O pessimismo, aqui deriva de Freud, porque o “Inconsciente” nunca dará à “Razão” essa autonomia cartesiana…

NÃO HÁ JUSTIÇA SEM DEUS

Eu, Sérgio José de Oliveira, Bispo Evangélico, Bel. em Teologia, Jornalista, Ex-Acadêmico de Direito, Baiano da Cidade de Pedro Alexandre - Brasil, maior de 71 anos de idade, nasc. em 04/12/1948

Deixe uma resposta